InPost na Omnistory

Omnistory - O conceito de loja do futuro

Em breve o conceito de loja do futuro sairá do imaginário dos varejistas para ganhar vida no Shopping Villa Lobos. A iniciativa do Grupo GS& Gouvêa de Souza, holding que atua há mais de 28 anos no varejo brasileiro, ganhará vida graças a parcerias estratégicas que permitiram a integração entre os mundos físico e digital.

Mais do que um ponto de venda, Omnistory é uma plataforma-laboratório para aplicação de conceitos e soluções inovadoras para o varejo. Com DNA omnichannel, reúne experiências que irão surpreender não apenas o consumidor, mas também o varejista. Para isso, está ancorada em seis pilares estratégicos: Tecnologia, Pessoas, Ativação Digital, Mensuração de Resultados, Sustentabilidade e Ambientação.

O conceito reúne o que existe de mais moderno e disponível no país para promover a melhor experiência de compras, mensuração de resultados e análise de comportamento. Entre as ferramentas estão o reconhecimento facial, mesas interativas, etiquetas inteligentes com precificação dinâmica e conteúdo estendido e personalizado, Click & Collect, Pick & Go, Gôndola Infinita, Marketing de Proximidade/Fidelidade, PDV Móvel e totens interativos.

Além disso, os colaboradores da loja física Omnistory serão consultores treinados para estimular a experimentação dos produtos, por meio de um atendimento personalizado e interativo, capaz de inspirar e envolver o consumidor.

Entre as premissas da Omnistory estão a eficiência energética, o uso de materiais recicláveis, e os conceitos de consumo consciente.

Tudo isso será integrado a um sistema de Mensuração dos Resultados, permitindo ao gestor da loja acessar informações completas do consumidor, avaliar e mensurar o potencial de cada solução apresentada no ponto de venda e refinar a estratégia de vendas em tempo real. Tudo isso estará em uma “sala de controle” com um grande dashboard com informações valiosas sobre a operação. 

A cada quadrimestre a plataforma-laboratório muda totalmente a sua oferta de produtos, serviços e experiências. O objetivo é mostrar como a loja pode – e deve – ser flexível para acompanhar a volatilidade do mercado e o dinamismo dos novos consumidores. A primeira delas atuará no setor de saúde, beleza e bem-estar.